Carregando

Eli, Eli, Lam Sabachthni


Deus meu, Deus meu, como me glorificas; a melhor traduo para este verso (Mateus 27, verso 46). Por que os tradutores da Bblia resolveram abusar tanto de nossa capacidade de entendimento?

difcil tambm de entender porqu Blavatsky no aceitou o Cristo, como o Logos de nosso Esquema de Evoluo, conforme Steiner o coloca. Por que tentou de todas as formas descaracterizar seu nvel Inicitico? Por esta razo, vamos neste Artigo nos utilizar de seu ensinamento, mas discordar da sua concluso, acatando Steiner.

As duas expresses hebraicas so completamente diferentes. Vejamos.

Eli, Eli, lama azavtani (Salmo 22, verso 2). Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste.

Eli, Eli, lam sabachthni (Mateus 27, verso 46). Deus meu, Deus meu, como me glorificas.

Blavatsky, traduzindo do grego para o hebraico, demonstra claramente esta diferena, inclusive montando as frases com caracteres hebraicos. Infelizmente conclui que o Cristo era s um Iniciado.

Iniciados sim, todos o seremos eternamente; mas a cada viso da Luz resplandecente, o nvel Inicitico se eleva e o Cristo, o Logos de nosso Esquema de Evoluo, o segundo ser mais evoludo de nossa estrela Sol. Acima dele, apenas o prprio Logos da estrela.

Cristo se glorificou por ter aceitado sua misso em relao Cadeia Planetria Terrestre? Sem dvida. No mais, apenas querelas humanas.



Bibliografia.

Bblia de Jerusalm. So Paulo: Paulus, 2002.

BLAVATSKY, Helena P. Seo XVIII. A Doutrina Secreta. Volume V. So Paulo: Pensamento, 1999.

SALMOS com traduo e transliterao. Salmo 22. So Paulo: Sfer, 2010.

STEINER, Rudolf. Terceira e Quarta Conferncias. O Evangelho Segundo Joo. So Paulo: Antroposfica, 2007.


 Recomende este artigo
Indique para um amigo


Aguarde...






Todos Direitos Reservados © 2019