Carregando

O Sol da Meia-Noite II



"A Conscincia Csmica e o ureo Alvorecer", vitral por H. Spencer Lewis, 1936.

Mais uma vez, temas profundos do universo Inicitico e da Alquimia, parecem se confundir, pois objetivos similares, bem como resultados idnticos, se associam.

Assim com a Estrela da Iniciao, que vista quando da entrada em Conscincia Csmica, e com a Estrela que o Alquimista conquista ou toma posse, em seu laboratrio.

Da primeira nos falam douard Schur, em Orfeu, Os Grandes Iniciados e Max Heindel, no captulo Cristo e sua misso, em Conceito Rosacruz do Csmico. Da segunda nos fala Fulcanelli, em O Homem da Floresta, captulo de As Moradas dos Filsofos.

douard Schur explica que era noite de lua cheia, consagrada aos Mistrios de Dionisos.

Em dado momento, os Iniciandos viam o Sol clarear o vale, e Orfeu fala:

Sado-vos a todos que viestes para renascerem depois dos sofrimentos da terra, e que renasceis agora. Vinde beber a luz do Templo, vs que sais da noite, mistos, mulheres, iniciados. Vs que chorastes, vinde alegrar-vos. Vs que lutastes, vinde repousar.

Evoco o Sol sobre vossas cabeas. Ele vai brilhar em vossas almas. No o Sol dos mortos. a pura luz de Dionisos, o grande Sol dos Iniciados.

E, Max Heindel, explica:

Por tal motivo, os discpulos preparados para a Iniciao eram, pelas mos dos Hierofantes dos Mistrios e por meio de cerimnias que se realizavam no Templo, elevados a um estado de exaltao no qual transcendiam as condies fsicas.

sua viso espiritual, a Terra slida tornava-se transparente.

Ento eles viam o Sol da Meia-Noite: a Estrela. No era, porm, o sol fsico aquilo que viam com os seus olhos espirituais, mas o Esprito do Sol o Cristo seu Salvador Espiritual, assim como o sol fsico era seu Salvador fsico.

E, finalmente, para mim abordando tema semelhante, ou seja, a Iniciao ou a entrada em Conscincia Csmica, Fulcanelli ensina:

Eis o primeiro segredo, aquele que os filsofos no revelam e que guardam sob a enigmtica expresso do caminho de So Tiago.

Essa peregrinao, todos os Alquimistas devem fazer. Pelo menos figurativamente, pois uma jornada simblica e, quem quiser ganhar algo dela, no pode sair do laboratrio nem por um instante. Deve observar constantemente o vaso, a matria e o fogo. Deve ficar dia e noite ao lado da Obra.

Compostela, cidade emblemtica, no fica em territrio espanhol, mas na prpria terra do sujeito filosfico. Estrada difcil, dolorosa, cheia de surpresas e perigos. Estrada longa e cansativa, pela qual o potencial se realiza e o oculto se manifesta! Os sbios esconderam essa delicada preparao da primeira matria ou mercrio comum sob a alegoria da peregrinao cidade de Compostela.

Nosso mercrio, cremos j ter mencionado, esse peregrino, esse viajante a quem Michel Maier consagrou um dos seus melhores Tratados! Usando o caminho seco, representado pela estrada terrestre seguida a princpio por nosso viajante, pode-se com sucesso, porm progressivamente, exaltar e difundir a virtude latente, transformando em atividade aquilo que era apenas potencial.

A operao se completa quando, na superfcie, aparece uma Estrela brilhante, formada de raios emanando de um nico centro, prottipo das grandes rosas de nossas catedrais gticas. Um sinal certo de que o peregrino conseguiu chegar ao trmino de sua primeira viagem. Ele recebeu a beno mstica de So Tiago, confirmada pela impresso luminosa que radiava, diz-se, acima da tumba do Apstolo.

A concha humilde e comum que ele carregava no chapu se converteu em uma Estrela brilhante, um halo de luz. Matria pura cuja estrela hermtica consagra a perfeio: agora o nosso composto, a gua benta de Compostela (do latim compos, aquele que recebeu, que possui e stella, estrela) e o alabastro dos sbios (albastrum, contrao de alabastrum, estrela branca). tambm o vaso de perfumes, o vaso de alabastro (do grego alabastron, ou latim, albastrus), o boto recm-aberto da flor da sabedoria, a rosa hermtica.

No Glossrio Teosfico, sob o verbete Iniciao, Annie Besant fala da existncia de Quatro Graus de Iniciao Psquica, e para mim, estamos diante de um deles.

Outro belo nome para esta Iniciao seria O Sol dos Rosacruzes, que aguarda o Estudante sincero, pois para os Mestres no existe tempo ou espao.


PS: Para um melhor entendimento do tema, recomendo a leitura simultnea do Artigo O Sol da Meia-Noite, neste site.


 Recomende este artigo
Indique para um amigo


Aguarde...






Todos Direitos Reservados © 2019